Em ano de distanciamento social, USP amplia seu acervo de conteúdos digitais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Agência USP de Gestão da Informação Acadêmica (Aguia) já alcançou a marca de 410 mil livros eletrônicos

07/12/2020 – Herika Dias – Jornal da USP

Em março, quando a USP suspendeu suas atividades presenciais, a Universidade precisou se reorganizar para manter o ensino, a pesquisa e muitos serviços à sociedade a distância. As 48 bibliotecas que atuam como polos de atendimento, estudo, leitura e capacitação da comunidade universitária desde então estão com atendimento presencial restringido. Para atender os quase 60 mil alunos de graduação e 42 mil de pós-graduação, além dos 5,4 mil professores e 13,3 mil funcionários que não pararam, a Agência USP de Gestão da Informação Acadêmica ampliou o acesso a conteúdos digitais.

Somente a coleção de livros eletrônicos atingiu a marca de 410 mil e-books que incluem aqueles assinados pela USP, os de acesso gratuito e e-books do Portal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

“Uma das lições que aprendemos durante a pandemia foi que devemos dar mais atenção à aquisição e acesso aos livros digitais, ou seja, oferecer um acervo ainda maior. Obtivemos o acesso temporário a esse tipo de obra graças à grande ação da Aguia e ao pronto atendimento de diversos fornecedores de conteúdos informacionais internacionais de alta qualidade”, conta o professor Jackson Cioni Bittencourt, presidente da agência.

A Aguia foi criada há pouco mais de um ano para ser responsável pela gestão dos dados gerados a partir do conhecimento produzido na USP. Ela dá continuidade às atividades anteriormente desenvolvidas pelo Sistema Integrado de Bibliotecas e as amplia desenvolvendo serviços e produtos que promovem o acesso, a visibilidade e o impacto da produção científica e cultural da Universidade.

Jackson Cioni Bittencourt - Foto: Divulgação/Aguia
Jackson Cioni Bittencourt, presidente da Agência USP de Gestão da Informação Acadêmica – Foto: Divulgação/Aguia

“Pelo fato da agência ser um órgão recém-criado, temos grandes desafios para o ano de 2021. Esses desafios estão intimamente relacionados às funções da Aguia, e as principais são: fornecer à Universidade os insumos (bens e serviços diretos e indiretos) necessários à realização das atividades de ensino, pesquisa e extensão. Esses insumos se referem à assinatura e aquisição de conteúdos científicos, sobretudo os digitais”, fala Bittencourt.

Ele destaca ainda o trabalho de orientar e capacitar a comunidade universitária para o uso das bases de dados referenciais e de texto completo, plataformas digitais para a descoberta desses conteúdos e ferramentas analíticas.

As atividades da agência incluem também gerir conteúdos produzidos no âmbito da própria Universidade, coordenando sistemas informacionais como o Repositório da Produção USP, o Portal de Busca Integrada, o Portal de Revistas, o Portal de Livros Abertos, a Biblioteca Digital de Trabalhos Acadêmicos, o Portal de Obras Raras, Históricas e Especiais, bem como colaborar na gestão da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações, em conjunto com a Pró-Reitoria de Pós-Graduação. Dessa forma, a Aguia torna disponível ao público mais de 16 milhões de itens on-line em acesso aberto.

Além disso, por meio do Catálogo Dedalus, a agência reúne e disponibiliza à comunidade mais de 8 milhões de itens dos acervos físicos das bibliotecas das unidades da Universidade. Os dados são do Anuário Estatístico da USP.

Como encontrar os acervos da USP?

 

Portal de Busca Integrada

acesso ao conteúdo impresso e digital disponível nas bibliotecas físicas e digitais da USP, além de bibliotecas de parceiros e, ainda, conteúdos relevantes de acesso aberto

Portal de Livros Abertos

reúne e divulga livros digitais acadêmicos e científicos publicados pelas unidades, institutos, centros, museus e órgãos centrais da USP de autoria ou organização de professores e funcionários  da Universidade. Todas as obras estão em acesso aberto e texto completo sob licença Creative Commons

Portal de Revistas USP

é a biblioteca digital das revistas publicadas por unidades de ensino e pesquisa, programas de pós-graduação e núcleos de pesquisas de docentes e alunos da USP e, em alguns casos, em parceria oficial com instituições externas

Repositório da Produção USP

é o repositório institucional e oficial da produção intelectual (científica, artística, acadêmica e técnica) da USP. A plataforma reúne informações a partir dos registros cadastrados no Dedalus e na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP e coleta ainda informações de outras fontes, desde o Currículo Lattes até bases internacionais como Web of Science, Scopus, Dimensions e Altmetrics

Catálogo Dedalus

é o catálogo on-line das bibliotecas da Aguia, o acesso público ao banco de dados bibliográficos da Universidade, e permite a localização das obras existentes nas prateleiras das bibliotecas e/ou links disponíveis em meio eletrônico. Viabiliza também empréstimos e renovações de obras dos acervos das bibliotecas da USP para usuários identificados que possuem vínculo ativo com a Universidade

Biblioteca Digital de Obras Raras, Especiais e Documentação Histórica

versão digital de diversos tipos de materiais raros e especiais (livros, revistas, mapas, desenhos, folhetos e outros), disponíveis fisicamente em uma das bibliotecas ou na coordenadoria da Aguia, abrangendo conteúdos do século 15 ao 20. A digitalização busca facilitar a consulta pública, gratuita e on-line de pesquisadores, docentes e alunos e da sociedade em geral

Biblioteca Digital de Trabalhos Acadêmicos

acesso ao texto completo dos Trabalhos de Conclusão de Curso da USP, inclui aqueles apresentados em cursos de graduação, de especialização (MBA) e de residência (TCR)

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações

disponibiliza a versão digital completa das teses e dissertações defendidas em qualquer um dos programas de mestrados e doutorados da USP

Repositório Cruesp

o repositório da produção científica do Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas reúne, preserva e proporciona acesso aberto, público e integrado à produção científica de professores, pesquisadores, alunos e servidores da USP, Unicamp e Unesp.

LEIA MAIS

 

Conhecimento da USP para o Brasil e o mundo

Um levantamento realizado pela Aguia, em outubro, mostra que a USP está entre as 20 instituições que mais publicam textos científicos sobre covid-19 no mundo neste ano. De acordo com os registros da base de dados da plataforma Dimensions, foram 168.546 publicações sobre a doença. Desse total, 4.029 são do Brasil, o que representa 2,39% de toda a produção mundial.

O País está na décima primeira posição em número de publicações sobre a doença, à frente de países como Holanda, Suíça e Japão. Entre os pesquisadores brasileiros, a contribuição da USP é significativa, com 729 publicações, o que representa 18,5% de toda a produção nacional. A USP também é a instituição de pesquisa do Brasil com maior número de publicações e a 16ª em todo o mundo.

Divulgar essas e inúmeras produções resultantes das atividades de ensino, pesquisa e extensão da USP está entre as funções da Aguia. “Isso inclui a prospecção, coleta e registro dessas publicações e a gestão de portais, catálogos e bibliotecas digitais, incluindo o Repositório da Produção USP”, explica o presidente da agência.

Segundo Bittencourt, para 2021, eles pretendem dar maior visibilidade, acesso e apoio à publicação científica e acadêmica da e na Universidade. “Para que cada vez mais tenhamos mais divulgação e reconhecimento intra e extramuros do conhecimento produzido na USP.”


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •