Esquema de Metadados DataCite: Documentação para a Publicação e Citação de dados de pesquisa

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A pesquisa acadêmica está produzindo quantidades cada vez maiores de dados de pesquisa e depende desses dados para verificar os resultados da pesquisa, criar novas pesquisas e compartilhar descobertas. Neste contexto, o que até pouco tempo atrás não existia era uma abordagem persistente de acesso, identificação, compartilhamento e reutilização de conjuntos de dados. 

Para atender a essa necessidade, o consórcio internacional DataCite foi fundado no final de 2009 com estes três objetivos fundamentais:

● estabelecer um acesso mais fácil aos dados de pesquisa científica na Internet,
● aumentar a aceitação de dados de pesquisa como contribuições legítimas e citáveis ​​para o registro científico e
● dar suporte ao arquivamento de dados que permitirá que os resultados sejam verificados e redefinidos para estudo futuro.

Para que os dados de pesquisa sejam efetivamente descobertos e recuperados, é necessário pensar em sua descrição e registro a partir de um conjunto robusto de propriedades mandatórias, recomendadas e/ou opcionais. Nesse sentido, é importante considerar o esquema de metadados do DataCite.

O Esquema de Metadados do DataCite

O DataCite Metadata Schema é uma lista de propriedades principais de metadados escolhidas para uma identificação consistente de um recurso para fins de citação e recuperação, juntamente com instruções de uso recomendado (definições e usos dos metadados). O recurso que está sendo identificado pode ser de qualquer tipo, mas geralmente é um conjunto de dados. Esse trabalho foi diligentemente realizado pelo Grupo de Metadados do DataCite, que continua colaborando com o Dublin Core Metadata Initiative (DCMI) Science and Metadata Community (SAM) para manter o esquema Dublin Core Application Profile. 

As propriedades do esquema de metadados são apresentadas e descritas em detalhes em DataCite Metadata Properties [1].  

O Esquema de Metadados DataCite é apresentado a seguir e as propriedades e subpropriedades dos metadados são fornecidas na Seção Propriedades do DataCite. As propriedades listadas na Tabela 1 têm o nível obrigatório e devem ser fornecidas sempre que metadados forem enviados ao DataCite. As propriedades listadas na Tabela 2 exibem os níveis Recomendadas ou Opcionais, significando que podem ser fornecidas ao enviar metadados ao DataCite.

Propriedades Obrigatórias – Mandatórias (M) devem ser fornecidas sempre que dados de pesquisa forem registrados no DataCite (Tabela 1)

Há também elementos recomendados (R) que são opcionais, mas altamente recomendados para interoperabilidade e outras propriedades Opcionais (O), que podem ou não ser usadas, mas que fornecem uma descrição mais detalhada (Tabela 2).

É importante também observar a descrição de cada propriedade, a fim de preencher adequadamente os metadados. Confira os exemplos abaixo relativos ao Publisher e ao Publication Year.

Há também diferentes tipos de dados/conteúdos de pesquisa, que vão além dos conjuntos de dados (datasets). O termo “conjunto de dados” é utilizado aqui em seu sentido mais amplo. Isso significa incluir não apenas dados numéricos, mas quaisquer outros objetos de pesquisa. É importante consultar essas Tabelas do Datacite antes de prever que tipos de dados e metadados serão cadastrados. Prepare-se, consulte, saiba mais sobre isso.

== Referência ==

DataCite Metadata Working Group. (2017). DataCite Metadata Schema Documentation for the Publication and Citation of Research Data. Version 4.1. DataCite e.V. 10.5438/0014.  https://schema.datacite.org/meta/kernel-4.1/doc/DataCite-MetadataKernel_v4.1.pdf  Acesso: 11 fev. 2019.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •